You are currently viewing 78% dos brasileiros estariam dispostos a pagar mais pela energia se fosse renovável

De acordo com uma pesquisa realizada pela EXAME/IDEIA, o brasileiro está aberto a pagar mais por energias sustentáveis, mas se preocupa com o aumento geral de preços. A pesquisa ouviu 1.269 pessoas entre os dias 25 e 28 de outubro. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Maurício Moura, fundador do IDEIA, destaca que o dado é muito importante, ainda mais em tempos de restrição econômica. “Mesmo em rendas mais baixas, as pessoas estão abertas a investir em serviços e produtos menos poluentes, ou seja, existe sim uma mudança na cabeça da opinião pública”, diz.

Entre as pessoas que ganham até um salário mínimo, 69% estariam dispostas a pagar mais por energias renováveis. Na parcela que ganha acima de cinco salários, este número sobe para 86%. A região mais disposta a colocar a mão no bolso para financiar uma energia limpa é a Norte, com 85% das pessoas.

Por conta da crise hídrica, há um mês a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou uma cobrança extra na bandeira tarifária, o que resultou em um acréscimo de 14 reais e 20 centavos na conta a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cobrança será feita até 30 de abril de 2022 e deve gerar um aumento no custo da energia ao consumidor de, em média, 6,78%.

Dessa forma, fontes de energia renováveis têm sido bastante procuradas pela população brasileira, que está em busca de alternativas para diminuir o preço da conta de energia elétrica no fim do mês.

Deixe um comentário